Constelação Familiar

CONSPIRAÇÕES DE FAMÍLIA

As constelações familiares têm por objetivo restaurar o equilíbrio das leis sistêmicas, a partir das dinâmicas familiares. É importante ressaltar que uma dinâmica prejudicial pode conter várias rupturas sistêmicas que, deixarão sequelas nessa geração e nas gerações seguintes.

Nas famílias, existem dinâmicas ocultas entre os membros que são capazes de perturbar as ordens do amor, o equilíbrio entre dar e tomar e o pertencimento. Como é possível uma família com 55 filhos? Não é possível. Isso é um fenômeno de agrupamento coletivo, não uma família. Uma família com essa quantidade de filhos não serve de modelo pois gerenciar uma família significa equacionar as muitas dinâmicas subjacentes às relações e que são suficientes para sobrecarregarem até mesmo famílias pequenas.

Sobre as rupturas da ordem do amor, um exemplo seria o distanciamento e o atrito do casal que encabeça a família. Todos sabem que a vitalidade da conexão dos parceiros é fundamental para organizar o núcleo familiar. Não importa o sexo dos parceiros porque o destaque é a coordenação de membros subordinados ao casal, feita mediante a conexão. Quando esta se encontra enfraquecida, ocorre deslocamentos compensatórios para fora da família (extraconjugalidade) ou para dentro dela com um dos filhos, por exemplo, passando a se sentir responsável pela conexão do casal. É comum vermos mães compensarem o enfraquecimento da conexão com o parceiro delas, colando-se aos filhos. Isso provoca uma exclusão do parceiro, sentimentos de rivalidade e de ciúmes, sobrecarga no filho que, por lealdade à mãe, assume a responsabilidade de apoiá-la visto que o parceiro dela não a apoia. Cada filho assim empaca na vida: fracassa na escola, se isola socialmente, fracassa em ter parceria própria… ele está com o “slot” ocupado pelas questões da mãe. A energia que alimenta essas dinâmicas torna o filho (ou filha) infeliz no amor, fracassado financeiramente, incapaz de manter dinheiro, doente mental e fisicamente. Quando a compensação parte do pai que se alia à filha, ele acaba excluindo a parceira. Esta desenvolve sentimento de repulsa ciumenta pela filha, e se torna abusiva, denegridora e humilhante. Por motivos inerentes à sexualidade dos machos, pode ocorrer abuso sexual nesses casos também. Visto a energia materna excluir a filha, esta não se sentirá e poderá, neurótica e compensatoriamente, se refugiar em uma pseudo homossexualidade sofrida, ou se vincular com um parceiro insuficiente, ou desenvolver esterilidade e infertilidade, ou ficar sexualmente frígida ou afetivamente amarga e, materialmente, viver na pobreza.

A dinâmica de um casal deve refletir um dar-e-receber equilibrado porque ele antecede a formação da família. Quando a família antecede o casal (união por causa de gravidez) surge um terreno fértil para disfuncionalidade do dar-e-receber e consequente fracasso da parceria. Ninguém deve permanecer uma parceria contrariado: uma separação saudável é melhor do que uma convivência doentia. Não pretendo banalizar as parcerias; pelo contrário: parceria é coisa séria, não devendo ser estabelecida levianamente, principalmente na existência de prole.

Sobre problemas na dinâmica do pertencimento, os mais simples são aqueles referentes ao de ciúme entre irmãos. O ciúme é quando alguém quer expurgar do outro um afeto que julga que deveria ser seu. É uma disputa por amor e atenção que pode gerar rivalidades inconciliáveis e, inclusive, promover trapaças entre irmãos. Na base disso, existe um anseio de expropriar o fraterno. Quando o ciúme é simbólico, fica no registro do psíquico, gerando preocupações competitivas e desvio de energia. Outro exemplo é o pai que tem ciúmes do filho e quer ser o único macho da horda. Ele pode, simbolicamente, tentar emascular o filho, sendo abusivo, agressivo, fazendo ele se sentir inferior, incapaz e covarde. Normalmente o filho se submete a essa imposição e vira um banana. Na verdade, o banana é o pai que entra em rota de colisão desleal com uma criança, um filho; só que esse segredo é algo que só será descoberto mais tarde. Outro exemplo é quando o excluído, para sobreviver, assume postura de vítima e se converte naquilo de que é acusado, potencializando-as através da conduta, confirmando a tese e o intento familiar, tipo “quem tem fama, deita na cama”. Tal filho entregou à família o próprio direcionamento ao viver reativamente e sem impulso próprio. É alguém que ficou mentalmente doente e precisa de um cuidador substituto (psicoterapeuta, conselheiro, etc.). Quando o ciúmes é entre irmãos e concreto, ele pode embasar trapaça em partilhas, corrupção familiar e até mesmo deserdamento decorrente da cooptação dos irmãos com os pais. Tudo isso, quando não produzir assassinato.

Em resumo, certos acontecimentos trágicos têm origem na quebra do equilíbrio de leis e ordens familiares. Uma família pequena já encerra problemas suficientes para ocupar bastante tempo. Imagine em agrupamentos de 55 filhos adotivos, cujos responsáveis chamaram de “família”! Será algo ainda mais crítico!!! Mesmo sem acontecimentos trágicos emergirem, os efeitos dos desequilíbrios sistêmicos, mesmo quando desapercebidos, serão sentidos nas gerações seguintes porque possuem grande energia. As constelações os revelam e trabalham a energia deles. As constelações os neutralizam e podem colocar as pessoas no movimento correto, em direção à adequação, tornando-as capazes de crescerem e de promoverem o crescimento, o respeito e a responsabilidade.

Se você leu até aqui, curta o artigo e a página para ela poder continuar a crescer e venha conhecer como funciona uma constelação.

Fonte: Livro Constelações Familiares: evoluções – Miguel Mello


#EspaçoAuraQuartz
#SejaEstejaSorria
#SelmaFlavio 


Informações / Agendamento 11 973873144 – Selma Flavio

About Selma Flavio

Selma Flavio - Resoluções Sistêmicas e Terapias Vibracionais CTN – SP nº. 0879 Educadora e formada em Constelação Familiar Sistêmica, atuando com técnicas vibracionais tem como instrumentos de profundo conhecimento o meio de levar autoconhecimento e tratamentos terapêuticos eficazes. Atua com com grupos terapêuticos, Workshop e atendimentos individuais - presenciais e online. Tornei-me terapeuta a procura de mim mesma, assim uma terapeuta completa, apaixonada pelo que faz e, com prazer e amor no trabalho. Site pessoal www.selmaflavio.com.br 11-97387.3144 Facebook www.facebook.com/TerapiaDesenvolvimentoPessoal e-mail selma@selmaflavio.com.br

Selma Flavio - Resoluções Sistêmicas e Terapias Vibracionais CTN – SP nº. 0879 Educadora e formada em Constelação Familiar Sistêmica, atuando com técnicas vibracionais tem como instrumentos de profundo conhecimento o meio de levar autoconhecimento e tratamentos terapêuticos eficazes. Atua com com grupos terapêuticos, Workshop e atendimentos individuais - presenciais e online. Tornei-me terapeuta a procura de mim mesma, assim uma terapeuta completa, apaixonada pelo que faz e, com prazer e amor no trabalho. Site pessoal www.selmaflavio.com.br 11-97387.3144 Facebook www.facebook.com/TerapiaDesenvolvimentoPessoal e-mail selma@selmaflavio.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *