Poesia

OPERA DAS ARTES SOB O OLHAR DE UM ANALFABETO

Opera das artes sob o olhar de um analfabeto (Crônica) _______ Depois que mudei tudo em mim que era preciso mudar, me redescobri neste mundo material. Mudei a crença de toda a culpa, mudei a esperança em toda cúpula, passei a ver Deus em todas as flores, agradecer pela água e pelos ventos, absorver o […]

Continue Reading
Poesia

SER FELIZ DÁ MEDO

Há sempre de se procurar um coração aberto. Mas desarme-se de seus medos, Os medos são armas mortais para a fé. Procuras vazias não encontram nada. O medo é a cegueira na escuridão imaginária. Ser feliz está na coragem de se despender dos medos E fazer de possíveis erros a vitória do conhecimento, Em outras […]

Continue Reading
Poesia

Ramalhete

____ Agonizam as flores no vaso do altar, reverberando a eternidade das cores. Contempla-as quantos olhos… Ávidos de beleza. Entre tons e matizes, uma oferenda para Deus, nenhuma lágrima minha, nenhum obrigado. Elas jazem lentamente por nós, e vivem as flores, morrendo no afã da eternidade… Para dizer por nós… Óh Deus! Muito obrigado! _______ […]

Continue Reading
Poesia

“porque é assim que se cuida dos amados”

o que pode o amor na sua filosofia incompreensível, senão mostrar-se sempre dádiva e bondade e, se distante, querer ser presente e se presente, __________________entender o derredor… amor é sempre mais amor quando visível e, quando não possível, ainda assim maior. o que podem as criaturas cativas deste sentimento, senão vivê-lo em cada minuto de […]

Continue Reading
Back To Top